sexta-feira, 16 de julho de 2010

Escola de pais.nee: Educar para a diferença


Os meses de Julho e Agosto vão ser de repouso e reflexão na nossa escola de pais.nee. Para trás ficaram vários meses de aprendizagem, cooperação e construção de um espírito de grupo e amizade entre todos.
Acreditem, nesta escola aprendemos muito, sobretudo a valorizar as opiniões dos outros e a criar empatia com os problemas de cada um, sejam eles por terem na família crianças com NEE, ou não, certo é que aprendemos sempre muito na partilha que fazemos uns com os outros.

O primeiro módulo falava-nos da "Educação para a Diferença":

Aqui aprendemos a ver os nossos filhos como especiais. Ter uma necessidade especial não é o fim do mundo, mas o início de uma nova e longa caminhada, e que os pais podem vencer e torná-la mais suave. Aqui dão-nos conhecimentos, informações e saberes para aprender a lidar com as necessidades que temos em casa. É preciso aprender a viver vendo a vida sob um prisma diferente, principalmente a valorizar o que temos em casa, a nossa família, os nossos verdadeiros amigos e a nós próprios. Esta é a grande lição que aprendemos.
Para os que não têm estes problemas em casa, foi muito importante aprender a ser solidário e a ser verdadeiramente cidadão. Tal como refere a nossa formadora (Celmira Macedo) a cidadania vive-se... E aqui aprendemos a viver cada dia, respeitando as diferenças dos outros.






Estas actividades de simulação ajudam-nos a perceber as limitações das nossas e de outras crianças... É arrepiante e faz-nos sentir mesmo impotentes, por outro lado faz-nos pensar que temos muita sorte e assim valorizamos as pessoas com limitações: VOCÊS SÃO UNS HERÓIS!!!



O QUE ME MARCOU NESTE MÓDULO:

  • Aprendi a lidar com as diferenças e a perceber que as minhas dificuldades, comparadas com as de outras mães, são insignificantes (Cristiana);
  • Tenho pena que outras pessoas não estejam nesta formação, aqui há muitos exemplos de vida, que todas as pessoas deviam conhecer e sentir... (Teresa)
  • Aqui aprendi a partilhar (Neuza);
  • Esta escola fez-me compreender melhor e lidar melhor com a criança diferente que tenho em casa, assim como a lidar melhor com outras crianças e adultos diferentes e iguais a nós (Anabela);
  • Ajuda-me a conhecer melhor o meu filho e as suas reacções. É uma grande ajuda (M.);
  • Começo a compreender melhor a minha família e a entendê-la melhor  (Teresa T.);
  • Sinto que sou agora um ser humano melhor (Sandra).
E ainda não acabou...

1 comentário:

  1. Estamos apenas de férias...

    Eu sinto que cada sessão, trouxe uma "lição" diferente. Esta formação tornou-se enriquecedora a todos os níveis que possam imaginar...
    Sou sem dúvida, um ser humano com mais capacidade de enfrentar as diferenças de cada um!
    Mas esta lição de vida ainda não acabou... Voltamos em Setembro.
    Neusa Macedo Aleixo

    ResponderEliminar