segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Associação Leque vence prémio Manuel António da Mota



Criada em 2009, a Leque - Associação Transmontana de Pais e Amigos de Crianças com Necessidades Especiais, de Alfândega da Fé, Bragança, inaugurou em Novembro a nova sede na antiga Casa do Povo. A criação de um centro de noite e de uma fábrica de brinquedos adaptados são os próximos projectos.

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=2166403&fb_source=message

http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=2166279
(clique para ler as notícias)

domingo, 4 de dezembro de 2011

Associação Leque vence prémio de voluntariado



A Leque - Associação Transmontana de Pais e Amigos de Crianças com Necessidades Especiais, de Alfândega da Fé, distrito de Bragança, venceu a segunda edição do prémio Manuel António da Mota.


Responsável da Associação Leque e o ministro Pedro
Mota Soares



Este prémio, instituído pela Fundação Manuel António da Mota, tem o valor pecuniário de 50 mil euros,sendo que esta segunda edição tinha como objectivo premiar "organizações promotoras de voluntariado que se distingam no desenvolvimento de actividades e
projectos inseridos em programas de voluntariado de relevante interesse social e comunitário".
O júri entendeu que a Leque se distinguiu entre 10 finalistas pelo facto de dar uma "resposta integrada", designadamente por apoiar diretamente crianças com deficiências, mas também dar apoio "psicossocial" às suas famílias. Pesou também o facto desta associação estar instalada numa área do território nacional (zona sul do distrito de Bragança) pouco servida por equipamentos que dêem resposta a este problema.
O júri deste galardão decidiu ainda atribuir menções honrosas às restantes nove candidaturas
finalistas. A Acreditar, a Associação Juvenil de Deão, a Atlas, a Associação de Voluntariado em Saúde de Touça, a Câmara de Albergaria-a-Velha, a Comunidade Vida e Paz, a Fundação Eugénio de Almeida, a Santa Casa da Misericórdia de Almada e a Vida Norte foram premiadas com mil euros cada. A Fundação procura honrar o legado de Manuel António da Mota (1913-1995) fundador da Mota&Companhia homenageando o homem, o empresário e o filantropo.
O anúncio da candidatura vencedora foi feito este domingo à tarde, no âmbito de uma conferência no Palácio da Bolsa, no Porto, que contou com a presença do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, do ministro da Solidariedade e Segurança Social, Pedro Mota Soares e do chairman da Mota-Engil, António Mota.